Trabalho Integrado mostra um pouco da vida no campo, trabalho da Amanu e Centro Cultural Comunitário

Letícia e Maíra, granduandas em Jornalismo pela PUC-Minas, realizaram o trabalho integrado do sementre sobre a Amanu, o Centro Cultural Comunitário e a Agricultura Familiar. A Amanu indicou bibliografia referente ao processo de modernização da agricultura no Brasil e seus impactos para as pessoas e o meio ambiente, e sobre educação popular, temas que norteiam suas ações. Também, acompanhou as estudantes em dois dias de campo para entrevistas e fotos nas comunidades participantes do Centro Cultural. A idéia era que elas pudessem conhecer e mostrar um pouco mais sobre a vida e as pessoas do campo, contribuindo para combater a invisibilidade produzida de suas culturas, seus modos de vida e saberes.

As fotografias deram origem à exposição "A Vida no Campo", que foi apresentada na PUC-Minas e fica em exposição no Centro Cultural Comunitário

"A professora da disciplina se emocionou por lembrar de sua infância e a trajetória de sua família para a cidade" Letícia
"Nossa, ele construiu tudo aqui" Letícia sobre o trabalho do Agripino, pedreiro da comunidade do Berto
"Mas você não é fácil não, olha você ali" Moradora do Berto sobre o retrato do Agripino na exposição do Centro Cultural. "É, a gente faz muitas coisas aqui no Centro Cultural" Resposta dele.

A reportagem destacou algumas ações realizadas em parceria com as comunidades e a expectativa dos moradores sobre o Centro Cultural. Já o trabalho final, intitulado "Comunicação nas Periferias: ONG Amanu em Jaboticatubas" procurou analisar o histórico do desenvolvimento rural no Brasil, o contexto das ações da Amanu e a relação delas com a teoria da comunicação.
Abaixo, veja as fotos:

video

Nenhum comentário: